Laura Muller

Notícias

Dezembro Vermelho é aprovado pelo Senado

postado em 26/10/2017 13:28 / atualizado em 01/11/2017 16:57
Por: Laura Muller

A proposta para instituição do Dezembro Vermelho foi aprovada pelo Senado, via Projeto de Lei da Câmara (PLC) 60/2017, na quarta-feira (18). Assim, além do Dia Mundial de Luta Contra a Aids, comemorado em 1º de dezembro, ações de prevenção, assistência, proteção e promoção dos direitos humanos das pessoas que vivem com o vírus da Aids serão realizadas ao longo do último mês do ano. O projeto segue para sanção presidencial.

De autoria da deputada federal Erika Kokay (PT-DF), o Projeto prevê, também, a iluminação de prédios públicos com luz vermelha, a realização de palestras e atividades educativas, a veiculação de campanhas na mídia e a promoção de eventos para alertar a população sobre os riscos de se contrair essas doenças, além de atividades relacionadas às demais doenças sexualmente transmissíveis. A instituição da campanha já havia sido aprovada em agosto pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) do Senado Federal, tendo como relatora a senadora Marta Suplicy (PMDB-SP).

As ações do Dezembro Vermelho serão realizadas em parcerias entre o poder público, sociedade civil e organismos internacionais, de acordo com as diretrizes do Sistema Único de Saúde (SUS) para enfretamento da Aids e outras ISTs. ““A instituição do Dezembro Vermelho reforça as ações realizadas durante o Dia Mundial de Luta Contra a Aids, em 1º de dezembro. Precisamos de campanhas que alertem a população sobre o HIV/Aids e que contribua para as ações contínuas de prevenção, cuidados e tratamento realizadas pelo Ministério da Saúde, em conjunto com a sociedade civil”, afirmou a diretoria do Departamento de Vigilância, Prevenção e Controle das IST, do HIV/Aids e das Hepatites Virais, Adele Benzaken.

Fonte: Aids.gov




Veja também